Sermig

Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida
Posso ajudar?

Era a expressão que Dom Luciano Mendes de Almeida
tinha sempre pronta nos lábios.

Não era uma maneira de dizer,
exprimia o desejo do seu coração,
um coração que vivia
na presença de Deus em todos os momentos.
Eu o vi sofrer por vinte anos
e depois o vi morrer;
durante a sua longa doença,
quase à morte, repetia continuamente: “Deus é bom”,
sem parar – nem entre as lágrimas –
de adorar o Senhor
que amava de todo o coração.
Nunca teria imaginado conhecer um gigante da história,
tão verdadeiro, capaz, importante, humilde.

Ernesto Olivero