Buona Giornata

clique para ampliar

Festa do SIM

No dia da Festa da Imaculada Conceição de Maria, renovamos o nosso SIM a Deus na Fraternidade da Esperança para continuar, onde quer que estejamos, a construir uma história cujos protagonistas são pessoas comuns que tentam viver e praticar a Palavra, em silêncio... Transformando um sonho nascido no coração de Deus em uma grande tenda que dá esperança a muitíssimas pessoas.

Hoje, algumas dessas pessoas celebraram esse dia com a gente, para também restituir seu SIM, pois todos nós fomos concebidos com um SIM, chamados a compartilhar a mesma esperança!

Parabéns, Fraternidade da Esperança!

View this photo set on Flickr

Natal... no entorno da Hospedaria

Para celebrar o Natal e o período de férias, o Museu da Imigração (“nosso vizinho”) preparou uma programação especial para todas as idades. O público poderá participar de passeios de Maria Fumaça, oficinas natalinas, gincanas, bazar e visitas à exposição “SER Imigrante”. As atrações são gratuitas e vão ocorrer no entorno do Museu, no dia 14 de dezembro, das 8h às 17h.

Quem embarcar no passeio de Maria Fumaça ainda descobrirá alguns costumes natalinos de outros lugares do mundo. O trem parte em dois horários, às 11h e às 14h e o trajeto dura cerca de 1 hora. Na primeira saída, os passageiros vão poder aprender a receita do “bolo de mel natalino” em oficina ministrada por Maria Sardinha, integrante da comunidade da Ilha da Madeira. Já às 14h, a Maria Fumaça fará uma parada para o workshop de “Snaigės”, em que a artesã Janete Zizas ensinará enfeites de Natal típicos da Lituânia. A plataforma de embarque fica na Rua Visconde de Parnaíba, 1253, na Mooca.

Ainda como parte da programação, o ARSENAL DA ESPERANÇA oferece o bazar beneficente, das 8h às 16h (na Rua Dr. Almeida Lima 900) e gincana para as crianças, das 15h às 17h (no espaço d’A PRAÇA, Rua Dr. Almeida Lima, altura do número 750). O Arsenal também receberá doações de alimentos não perecíveis.

Completando as atividades deste dia, o público ainda poderá visitar a mostra “SER Imigrante: o mesmo e o outro”, das 10h às 17h, na antiga Capela dos Ferroviários, que fica na Rua Dr. Almeida Lima, 750.

Todas as atividades são gratuitas.

Data: 14/12/2013 (sábado).
Horário: das 8h às 17h.
Local: Rua Visconde de Parnaíba (entorno do Museu da Imigração).
Mais informações (11) 2692-1866 (Museu) ou 2292.0977 (Arsenal)

Aulas de português para imigrantes e refugiados

O atual trabalho de aulas de português para os estrangeiros abrigados no Arsenal da Esperança faz parte de uma história que teve seu início em meados de 2012, com a chegada dos primeiros grupos de haitianos falantes de créole e de francês. Naquela mesma época, ainda em menor número, começaram também a chegar os primeiros imigrantes provenientes da África, tendo como idiomas o francês e o inglês.

O nosso contato com eles foi se intensificando, inicialmente nas aulas para os oriundos do Haiti e em seguida, com a formação de duas novas salas compostas de alunos africanos, que se tornaram a maioria dos estrangeiros acolhidos na casa.

A educação tornou-se um caminho de acolhida e de escuta. Assim ficamos conhecendo a história mais geral dos sofridos povos africanos, praticamente desconhecida, conforme lemos em reportagem do jornal O Estado de São Paulo, que cita a guerra no Congo como o “holocausto africano’, do qual não se ouve falar porque ocorre na floresta densa de um continente esquecido, a África, e porque não mata brancos, não ameaça o Ocidente. Pelo menos, até agora.” (20/10/13)

Portanto, esses imigrantes estão no país devido a circunstâncias dramáticas, alheias à sua vontade. São provenientes de grandes crises humanitárias, novas ou relacionadas a conflitos antigos que continuam provocando deslocamentos. E vêm dos mais diversos países da África: do Mali, de Burkina-Fasso, das Guinés Bissao e Conacry, do Togo, do Congo, de Serra Leoa, entre outros. Fogem da guerra, da fome e da perseguição religiosa. Chegam sozinhos, utilizando seus próprios recursos e tentam, aos poucos, encontrar o equilíbrio através do trabalho, de um local de habitação e de um grupo de amigos. Embora vários deles tenham nível universitário veem-se obrigados a aceitar empregos na construção civil, pois os diplomas obtidos nos países de origem não são reconhecidos no Brasil.

Continuar... Aulas de português para imigrantes e refugiados

Estudar para quê?

Também neste ano, centenas de jovens estudantes atravessaram os portões do Arsenal da Esperança de São Paulo. Marco, da Fraternidade da Esperança, descreve algumas sensações e reflexões sobre essa experiência de serviço aos jovens e à cidade.

Chegam acompanhados de uma escola e por algum tempo olham em volta, nos olham. Observam os nossos rostos, escutam as nossas vozes. Quando começamos a falar, logo começam a dar uma risadinha: é a nossa voz que tem um sotaque estranho. Depois de alguns minutos, o efeito “estrangeiro” passa e os rostos se tornam curiosos, distraídos e atentos. Ora uma coisa, ora outra. Contamos a eles a história do SERMIG, feita por garotos e garotas com um sonho grande: o de derrotar a fome no mundo. Jovens que conseguiram entrar no antigo Arsenal Militar de Turim, então abandonado, para transformá-lo, para arrumá-lo com camas e oferecer um lugar para dormir àqueles que não tinham uma casa...

Eles nos olham, nos escutam. A sensação é a de que nunca tinham pensado nisso. Nenhum deles jamais teve um sonho desse tipo. Derrotar a fome no mundo? É uma coisa que está totalmente fora do seu horizonte de vida, do seu cotidiano. Fazem esforço para entender. Quando perguntamos a eles: “Por que vocês estudam?”, a resposta mais frequente é: “Porque quero ser alguém na vida”, “quero me tornar culto”, “quero ter uma vida boa”. O mundo? Longe demais.

Continuar... Estudar para quê?

Uma nova página, aliás, uma exposição!

O site do Arsenal da Esperança acaba de ganhar uma nova página... Que corresponde a mais uma página da nossa vida real. Trata-se d’A PRAÇA, o espaço de encontro da juventude (mas aberto a todos) que desde fevereiro de 2013 a Fraternidade da Esperança anima junto aos jovens da Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários, na Capela localizada na Rua Doutor Almeida Lima 750 – Mooca. 

Já foram muitas as atividades realizadas pelos amigos d’A PRAÇA, mas ainda estamos apenas no começo! Além do momento de oração realizado toda quarta-feira às 18h30 e das atividades de sábado, das 14h30 às 17h, no mês de NOVEMBRO teremos mais uma surpresa: no DIA 12 (das 17h às 18) será inaugurada a exposição “SER Imigrante: o mesmo e o outro, iniciativa do Museu da Imigração para refletir sobre o conjunto de condições que determinam a aceitação ou não de quem migra para o Brasil.





A exposição ficará aberta até 2 de março de 2014, com atendimento de terça a domingo das 10h às 17h.

Local: Antiga Capela dos Ferroviários - Rua Dr. Almeida Lima, 750. Entrada Gratuita.

Esperamos você. Enquanto isso, dê uma olhada na página da PRAÇA

TODOS PROCURAMOS A FELICIDADE - Ernesto Olivero

Caros amigos,

Todos sem exceção procuramos a felicidade. Se não a encontramos, é porque a procuramos no lugar errado, da forma errada. Cada um procura a “sua” felicidade, e não pensa que não poderá nunca ser feliz sozinho. Se olhamos ao nosso redor, vemos o deserto no qual as pessoas são obrigadas a viver: solidão de afetos e de relacionamentos; tanta, demasiada dor que oprime, os fracos que sucumbem, os fortes que dominam, os poderosos sempre mais poderosos e os pobres sempre mais pobres... É a história da humanidade, desde sempre. Entretanto, também neste tempo Deus quer que sejamos felizes, e o seremos se fizermos os outros felizes, com Ele em nós. Neste tempo Ele quer operar e só pode se servir de nós. A parte dEle, Ele já fez. Deu-nos todos os instrumentos, nos deu a Si mesmo, desceu em nós. A nossa alma é a casa dEle. É ali que Ele se comunica e comunica a Si mesmo.
Vamos tentar nos colocar em comunicação com a nossa alma.

Alma minha, você é a parte mais íntima de mim, aquela que está com Deus, que conhece a esperança. Acorde e me acorde! Abra os meus olhos! Faça-me olhar o mundo com os olhos de Deus, faça-me dizer “não”.
Se eu disser não a quem destrói, descobrirei a pequena luz que em mim pronuncia o verdadeiro sim.
Se eu fizer a experiência desse sim tão manso e firme, no desastre que penso que talvez seja inevitável, se abrirá a pequena estrada do possível.

Continuar... TODOS PROCURAMOS A FELICIDADE - Ernesto Olivero

Falaram de nós

clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar clique para ampliar clique para ampliar



clique para ampliar



clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar

clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar

clique para ampliar

clique para ampliar




clique para ampliar




clique para ampliar

clique para ampliar




clique para ampliar

clique para ampliar


 

 

A PRAÇA: a gincana foi um sucesso!!!

19 de outubro de 2013, três horas da tarde. Dezenas de crianças de várias idades brincam na quadra “Espaço Almeida Lima”, localizada perto do cruzamento da Rua Doutor Almeida Lima com a Rua Visconde de Parnaíba, bairro da Mooca.

Mas de onde vem a ideia de organizar a 1ª Gincana “Saia de casa para brincar com a gente?”. Vem de uma caminhada, nascida na pequena capela próxima ao Memorial do Imigrante. Ali, desde fevereiro deste ano, surgiu a iniciativa chamada “A PRAÇA”, fruto da parceria entre o SERMIG - Fraternidade da Esperança e os jovens da Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários.


A iniciativa d’A PRAÇA nasce como um espaço de encontro da juventude, mas aberto a todos, para a realização de atividades de promoção da vida e de fortalecimento da comunidade. É um percurso que brota da convicção de que “os pequenos podem fazer coisas grandes” realizando gestos e ações que possam estimular em todos a vontade de fazer mais pelo bairro, pela cidade e (por que não?) pelo mundo.

Desde que começou, já foram muitas as atividades realizadas
: além do momento de oração realizado toda quarta-feira às 18h30 (Oração das Vésperas e celebração da Missa), nos encontros de sábado, das 14h30 às 17h, os jovens d’A PRAÇA já se reuniram para limpar o local, fazer triagem de doações e outros gestos de solidariedade a serviço da comunidade, jogar futebol na frente da capela, animar uma vigília para pedir a paz na Síria... Enfim, de tudo um pouco!

Continuar... A PRAÇA: a gincana foi um sucesso!!!

A PRAÇA: “Saia de casa para brincar com a gente!”

Neste SÁBADO, às 14h30, os amigos d’A PRAÇA* realizam a GINCANA “SAIA DE CASA PARA BRINCAR COM A GENTE!”. Será um momento de integração e confraternização a partir dos “pequenos”, mas visando resgatar o espírito solidário e de comunidade que “faz bem” para todos... Traga seus filhos, sobrinhos, netos e, se puder, 1 kg de alimentos ou um agasalho. Esperamos vocês! ;) Assista ao vídeo-convite dos nossos jovens atores!

GINCANA

Quando: Sábado, 19/10/13
Horário: 14h30 às 17h
Local: na antiga CAPELA DOS FERROVIÁRIOS – Rua Dr. Almeida Lima 750 – Mooca

* A PRAÇA é um espaço de encontro da JUVENTUDE, aberto a todos, para a realização de atividades de promoção da VIDA e fortalecimento da COMUNIDADE. Essas atividades podem ser de diferentes tipos (espiritualidade, esporte, lazer etc.).

Procura ser espaço de FORMAÇÃO de vida para a juventude que vem de todas as realidades do nosso bairro, mas principalmente para os jovens da paróquia que saem da crisma e procuram continuar participando da comunidade.

A PRAÇA é uma iniciativa do SERMIG - Fraternidade da Esperança e dos jovens da Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários. Nos encontramos toda QUARTA, às 18h30, para a ORAÇÃO DAS VÉSPERAS e a celebração da MISSA e todo SÁBADO, das 14h30 às 17h, para um momento de ENCONTRO e ATIVIDADE a serviço da comunidade.





Ernesto Olivero encontra FRANCISCO, “Papa esperado”

Hoje, dia 5 de outubro, é uma data particularmente importante para a nossa fraternidade porque é o aniversário de dom Luciano Mendes de Almeida. E, justamente hoje, em nome de toda a Fraternidade da Esperança Ernesto Olivero foi recebido em uma audiência privada pelo Papa Francisco. Contamos esse encontro através da entrevista concedida ao jornal italiano “La Stampa (VaticanInsider)”.

Olivero para Francisco: “Santidade, o senhor é o papa que todos esperávamos”.

O fundador do SERMIG – Fraternidade da Esperança foi recebido esta manhã pelo Papa: “Rezem por mim e continuem na caridade”.
Por Roberta Leone

“Falei para o papa que na oração que lhe demos um novo título: papa ‘esperado’. Sim, porque realmente a humanidade esperava um papa que falasse como ele fala, um papa que agisse como tanta gente espera dele.”
Parece que posso vê-los, Francisco, o papa do sorriso desarmante, e Ernesto Olivero, que fez da “bondade que desarma” o mote de uma vida inteira.
Desde 1964 até hoje o sonho dele e de um grupo de jovens, transformou a velha fábrica de armas de Turim em um Arsenal da Paz. Um “mosteiro metropolitano”, como o chama Olivero.
Uma escola de partilha para qualquer um que bata à porta. No SERMIG (Serviço Missionário Jovens) todos são acolhidos, em casa.

Em 1996 o SERMIG chega a São Paulo, no Brasil, e aquela que era “a casa dos migrantes” destinada aos europeus em quarentena se torna o Arsenal da Esperança para milhares de homens em situação de rua. Em Madaba, na Jordânia, nasce em 2006 o Arsenal do Encontro para crianças e jovens com deficiência, cristãos e muçulmanos.

Esta manhã, no dia seguinte ao da visita a Assis, o pontífice recebeu Olivero em audiência e assinou a imagem de Maria Mãe dos Jovens.

Continuar... Ernesto Olivero encontra FRANCISCO, “Papa esperado”

Sem DEFESA DA VIDA... Não há PAZ

Qual é a relação entre a defesa da vida e as iniciativas de acolhida e de paz? Muitas vezes não serve dizer que amamosa vida se, de outras maneiras, negamos esse amor. O que fala é o nosso comportamento concreto.

Começa hoje a Semana Nacional da Vida
(SNV)* que a Igreja do Brasil realiza de 1 a 7 de outubro, culminando no dia 8 com o Dia do Nascituro. O tema central deste ano é “Cuidar da Vida e Transmitir a Fé”.

Para colaborar com essa celebração, nesta semana publicaremos em nosso blog algumas histórias verdadeirascontidas nos livros do nosso fundador, Ernesto Olivero. Histórias que podem estimular a reflexão sobre situações difíceis, complexas, imprevistas que ameaçam a vida, mas que podem encontrar uma resposta, uma casa, uma nova vidaa partir da nossa disponibilidade e dos nossos comportamentos, pois, se acreditarmos no valor da vida, não podemos simplesmente apontar o caminho, temos que estar perto das pessoas nos seus problemas concretos.

Continuar... Sem DEFESA DA VIDA... Não há PAZ

ENFRENTAR AS FRONTEIRAS

Nesta semana, entre os dias 23 e 27 de setembro, aconteceu, em São Paulo, no Centro Universitário São Camilo, o 8º Congresso de Teologia da Comissão de Estudantes de Teologia de São Paulo (Cetesp). Tema do congresso: “Nova Evangelização: problemas de fronteira”.
Como SERMIG - Fraternidade da Esperança, no dia 25/09, tivemos a oportunidade de realizar uma das oficinas, com o título: “Cristãos 24 horas por dia”.
Depois da oficina, colocamos por escrito alguns dos conteúdos que partilhamos com os participantes...


Cada fronteira representa um limite, mas quando paramos em frente a esse limite, às suas dificuldades e complexidades, desperdiçamos o nosso tempo e já somos perdedores.
Se, ao contrário, fizermos de cada problema ou imprevisto uma oportunidade de crescimento, é provável que se abra algo novo em nós e na nossa vida. Temos que escolher o caminho da disponibilidade e apostar na esperança.

Continuar... ENFRENTAR AS FRONTEIRAS

Curso de fotografia no Arsenal

Começa no dia 16 de outubro o curso de “composição e linguagem fotográfica - Imagens criativas com qualquer câmera” para todos os interessados em fotografia...

Programação de outubro – novembro – dezembro
Turma noturna – Quartas-feiras, das 19:30 às 21:30h
16/10, 23/10, 30/10, 06/11, 09/11 (sábado - saída fotográfica), 13/11, 20/11, 23/11 (sábado - saída fotográfica), 27/11, 04/12

Turma Vespertina – Quartas-feiras, das 14:30 às 16:30h
16/10, 23/10, 30/10, 06/11 (saída fotográfica), 13/11, 20/11, 27/11 (saída fotográfica), 04/12, 11/12.

Apresentação
O curso se propõe a desenvolver no aluno a percepção e o olhar fotográfico, através do aprendizado das técnicas de composição utilizadas pelos mestres da fotografia do passado e da atualidade, habilitando-o a realizar imagens criativas, com qualquer tipo de câmera fotográfica.

Continuar... Curso de fotografia no Arsenal

A PAZ se nutre de AMOR: quanto mais cedo começa, melhor

Síria, Paquistão, Quênia... A PAZ continua parecendo um sonho impossível, distante. Dezenas de conflitos em muitas regiões do planeta, alguns particularmente violentos e preocupantes para o futuro da humanidade.

Se falta a PAZ no mundo é porque falta também em nossa vida cotidiana, em nossas cidades e nas nossas casas. A PAZ é um bem que nasce no coração das pessoas e se desenvolve nos gestos do dia a dia... Como nos de uma mãe, que faz o impossível para fazer com que a sua criança se alimente. Inventa fábulas incríveis, até que a criança, maravilhada, abra a boca e ela, rápida e esperta, lhe dá o bocado de comida.

A PAZ é assim: precisa de amor, presença, carinho, empenho, trabalho, e até de esperteza e inteligência (como fala o Evangelho de hoje – Lucas 16, 1-13), para que cada um abra o coração e se torne uma pessoa de PAZ: quanto mais cedo começa, melhor...

Vídeo realizado pelo SERMIG – Fraternidade da Esperança no Arsenal da Paz de Turim (Itália).

Domingo 29: A LUZ DA FÉ, manhã de retiro no Arsenal

Neste domingo (29/9), a partir das 9h: manhã de retiro com a Fraternidade da Esperança, aberto a todos os amigos da casa.
Assessorados pelo professor Sergio Alejandro Ribaric, continuaremos a reflexão sobre o Ano da Fé.

Programação:
09h, oração das Laudes (Liturgia das Horas)
09h30, palestra: Refletindo sobre a “Lumen fidei” - A Luz da fé, a primeira Encíclica do Papa Francisco
10h30, silêncio e reflexão pessoal
11h15-12h, momento de partilha

 

Questo sito utilizza cookie, anche di terze parti, per migliorare la tua esperienza e offrire servizi in linea con le tue preferenze.

Chiudendo questo banner, scorrendo questa pagina o cliccando qualunque suo elemento acconsenti all’uso dei cookie.

E' possibile modificare le opzioni tramite le impostazioni del Browser. Se vuoi saperne di più o negare il consenso clicca su informazioni.