Sermig

Bloco “Batuca-Bresser”: EU ME IMPORTO COM VOCÊ

No último sábado, dia 6 de fevereiro de 2016, completando o seu terceiro ano de vida, o bloco “Batuca-Bresser”, promovido por jovens e amigos dA PRAÇA, começou o seu desfile no encontro entre as ruas Dr. Almeida Lima e Visconde de Parnaíba, no Bresser-Mooca, a região de São Paulo que já foi (e continua sendo) “portão de entrada” para milhões de imigrantes desde o final do século XIX – imigrantes que contribuíram para que esse nosso Brasil fosse um país com tanta diversidade.

Ler mais: Bloco “Batuca-Bresser”: EU ME IMPORTO COM VOCÊ

Gianfranco Mellino recebe prêmio internacional

clique para ampliarGianfranco Mellino, do SERMIG - Fraternidade da Esperança, recebeu no dia 17 de janeiro o prêmio internacional “Piemonteses Protagonistas” pelo trabalho desenvolvido no Arsenal da Esperança.

Quinze a cada cem brasileiros são filhos, netos ou bisnetos dos milhões de italianos, provenientes de todas as Regiões da Itália, que no século XX e no final do século XIX partiram para começar uma nova vida no gigante sulamericano. Trabalhadores “livres”, preferiam embarcar em direção a um continente desconhecido a conviver com a fome e a miséria de casa.

Chegando ao Brasil, o primeiro impulso era o de reconstruir as comunidades de origem, recompor em terra estrangeira um ambiente no qual dialetos, músicas e pratos típicos pudessem restituir um pouco daquele calor deixado para sempre do outro lado do Atlântico. Um instinto de sobrevivência e um espírito de iniciativa que modelaram definitivamente a identidade coletiva do novo país... Mas foram necessários anos, ou melhor, décadas de preconceitos e condições de trabalho duríssimas para dar a volta por cima e integrar-se.

Ler mais: Gianfranco Mellino recebe prêmio internacional

México: a MISERICÓRDIA torna o amor visível

No dia 8 de dezembro de 2015, recebemos esta mensagem: “[…] em homenagem ao Arsenal da Esperança que plantou a semente com o seu testemunho […]*.
Em anexo, a foto de um homem que, sobre uma escada, está terminando de pintar uma frase na fachada de um edifício: “A misericórdia torna o amor visível”. A mensagem, em espanhol, foi enviada por Elia María Lopez, do México.

Por que estamos contando isso a vocês?
Porque esse è um dos tantos motivos que temos para dizer “obrigado” – ou melhor, neste caso, “gracias”!



Dois anos atrás, o Arsenal da Esperança recebeu a visita de alguns participantes de um curso de pastoral urbana promovido pelo CESEEP (Centro Ecumênico de Serviços à Evangelização e Educação Popular) de São Paulo, que desde 1982 oferece uma formação bíblico-pastoral a agentes de comunidades e de movimentos sociais de toda a América Latina.

Para os nossos visitantes, empenhados em estudar temas sociológicos, pastorais e bíblicos, ter a oportunidade de visitar o Arsenal foi como observar esses mesmos temas justamente no momento em que aconteciam. Para nós, foi a chance de nos confrontarmos com outros homens e mulheres comprometidos em construir a paz, da Argentina à Guatemala, do Chile a Porto Rico.

Ler mais: México: a MISERICÓRDIA torna o amor visível

Jubileu da Misericórdia: “Era peregrino e me acolhestes...”



Minidocumentário sobre o trabalho do ARSENAL DA ESPERANÇA que oferece pousada a tantos "peregrinos" em situação de rua. O Arsenal funciona na antiga Hospedaria de Imigrantes de São Paulo e segue com a vocação de ser casa para os que não tem casa.

Natal 2015: Agradecidos, agradecemos…

clique para ampliar Com as palavras de Job (africano da República do Benim), um dos mil e duzentos acolhidos do Arsenal da Esperança, lhes desejamos um feliz Natal!

É admirável quando entro no Arsenal da Esperança e vejo pessoas de diversas nacionalidades tomando juntas as refeições, dividindo o espaço em harmonia, sem discriminação ou conflitos religiosos.
Tudo bem diferente daquilo que acontece quase todos os dias em diversos lugares de São Paulo. Esse lugar tem o poder incrível de reinventar a paz e por isso eu agradeço.


Quero também agradecer o serviço prestado por todos os profissionais que trabalham nessa casa de acolhida. Destaco os esforços das professoras voluntárias para nos ensinar a língua portuguesa, embora seja grande o número de analfabetos. Apesar das diferenças culturais, elas nos compreendem. Meu “muito obrigado” à professora Sônia e a todas as outras professoras. Que Deus as abençoe.

Os cozinheiros que preparam todos os dias as nossas refeições merecem os nossos agradecimentos e felicitações pelo trabalho realizado. Um provérbio de meu país diz: “Sua primeira esposa é a pessoa que prepara sua refeição”.

Ler mais: Natal 2015: Agradecidos, agradecemos…

A MISERICÓRDIA é uma casa sempre aberta

clique para ampliar “Para mim, a misericórdia é uma casa sempre aberta, como os braços de Deus, como o seu coração...”.
É o que Ernesto Olivero escreveu sobre a abertura do Ano Santo da Misericórdia. Para o fundador do SERMIG - Fraternidade da Esperança, “Quando conseguirmos tornar nosso esse estilo de Jesus, entraremos na transcendência e acolheremos plenamente a chamada a ser boa nova para todas as pessoas que batem à porta...”.
Mas não são suficientes só umas poucas pessoas de boa vontade. São necessárias comunidades inteiras, é necessário que a Igreja inteira se converta a essa missão imediatamente!”.

Ler mais: A MISERICÓRDIA é uma casa sempre aberta

Papa na África: a mensagem de Francisco aos jovens....

clique para ampliar Ernesto Olivero, fundador do SERMIG - Fraternidade da Esperança, comenta as palavras do papa Francisco dirigidas aos centenas de milhares de jovens reunidos, no último dia 27 de novembro, no estádio Karasami, em Nairóbi, no Quênia.

Todas as palavras continuam sendo palavras, mas, quando é uma verdadeira testemunha que as pronuncia, cria-se silêncio, cria-se realmente escuta. Sobre os jovens, na minha experiência, eu já ouvi falar de tudo e mais um pouco. É moda falar deles, mas geralmente quem faz isso não é confiável, não convence ninguém. Por sorte, existem exceções, e o papa é uma delas. Fiquei comovido ao ouvir suas palavras, ver os rostos de quem o escutava, ouvir as perguntas daqueles jovens africanos, as suas expectativas e esperanças tão parecidas com as daqueles jovens que encontro todos os dias na Itália, no Brasil, na Jordânia.

Ler mais: Papa na África: a mensagem de Francisco aos jovens....

Três Sins para aprender a viver a misericórdia de Deus

Lorenzo, Simone e Andrea, os primeiros três sacerdotes do SERMIG - Fraternidade da Esperança, respondem a algumas perguntas sobre o sentido do seu sim sacerdotal pronunciado no início do Ano da Misericórdia.

Quais são os sentimentos de vocês depois de terem pronunciado o sim sacerdotal?

O sim que pronunciamos na ordenação sacerdotal foi preparado como uma grande vela, costurada ao longo dos anos, confeccionada um pedacinho por vez, mas já pronta para ser içada a qualquer momento. Uma vela capaz de se estender, de se alargar, justamente como um sim, que pode crescer continuamente. O sim sacerdotal talvez possa parecer um sim mais evidente, mas temos profunda consciência de que o SERMIG, a Fraternidade da Esperança e a Igreja de que fazemos parte são como uma grande embarcação, que só vai em frente graças ao vento do Espírito que alça muitíssimas velas prontas a acolhê-lo.

Conscientes dessa fraternidade, dessa comunhão, pensamos que o nosso sim ao sacerdócio seja fruto da alegria e da disponibilidade que vimos em muitos sins que não querem parar de crescer, de multiplicar a própria superfície para que esta viagem – que não nos pertence, mas que tentamos tornar nossa todos os dias – possa continuar: é a viagem com Jesus, o verdadeiro motivo da nossa caminhada.

No dia 3 de outubro, durante a celebração da ordenação, tínhamos bem em mente todas essas velas que nos acompanharam e nos sustentaram ao longo dos anos. Naquele dia, um vento impetuoso entrou na Catedral de Turim, uma grande emoção era sentida fisicamente, era vista no rosto dos presentes que até um minuto antes nos perguntavam sorrindo: “Vocês estão prontos?”. Nós sabíamos que estávamos “prontos” graças ao sim de tantas pessoas, ao exemplo de cada uma delas. Então, o nosso sim, o nosso abrir-se como uma vela um pouco mais em destaque, não foi para ninguém – e muito menos para nós – um colocar-se em evidência: era simplesmente a alegria de poder acolher ainda mais o vento, disponíveis a um serviço mais intenso. O sim sacerdotal é a continuação da escolha de tornar-se uma vela pronta a acolher os desafios da comunidade, disponível a viver a bondade ensinada por Jesus, preparada para desdobrar-se por quem tem mais dificuldade. Se não fosse assim, para que serviriam as nossas velas içadas? A nossa felicidade não é nossa, é de todos, é uma emoção permanente que de agora em diante queremos levar ao altar, para que as nossas velas, os nossos sins sejam contagiantes.

Ler mais: Três Sins para aprender a viver a misericórdia de Deus

A difícil estrada

linka para abrir


Um dia, experimentei a fome.
 Desde então lutei para que ninguém tivesse mais fome. Estive na prisão, estive doente, acolhi o estrangeiro, homem como eu. A minha vida mudou junto com a de meus amigos.

Vivemos o Reino de Deus: é aqui, é agora, se quem tem (e mesmo quem não tem) compartilha, se quem é socorrido socorre, se quem é amado procura amar sem receber nada em troca.

Hoje me sinto francês. Sou um jovem com os jovens assassinados. Não posso deixar de chorar desesperadamente por quem morreu, por quem matou, por quem envenenou suas consciências, por quem armou suas mãos.

Com todos os amigos que acreditam em uma humanidade nova, em um mundo novo; para quem, como nós, acredita que é possível, peçamos a Deus a força para continuar enxugando lágrimas, para não transformá-las em ódio, para teimarmos no amor, para o escolhermos mais uma vez, para continuarmos percorrendo decididos a difícil estrada na qual sabemos que misericórdia e verdade se encontrarão, justiça e paz se beijarão.

Ernesto Olivero

Campanha de Natal


Na época do Natal, unimos ainda mais as nossas forças para que essa data não perca o seu sentido e seja um tempo de alegria. Entre outras ações, o ARSENAL DA ESPERANÇA promove todos os anos (por iniciativa de um grupo de amigos e voluntários) uma campanha para dar um presente a cada pessoa acolhida na casa. Neste Natal, ajude-nos a doar um Kits de Higiene para cada acolhido!

Os itens que podem ser doados são: sabonete, creme dental, desodorante, barbeador descartável. Neste anos vamos incluir nos kits também cuecas e meias.

Caso seja feita uma campanha de arrecadação de doações em dinheiro, o valor do kit é de R$ 40,00. Depositar em nome de: ASSOCIAÇÃO ASSINDES SERMIG - Banco Santander - Agência 0144 - Conta: 13-003147-6. CNPJ 62.459.409/0001-28.

Agradecemos a todos vocês!!!

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

3 de outubro de 2015: três sacerdotes...

No dia 3 de outubro de 2015, durante a Celebração Eucarística na Catedral de São João Batista de Turim, na Itália, Lorenzo Nacheli, Simone Bernardi e Andrea Bisacchi, do SERMIG - Fraternidade da Esperança, foram ordenados sacerdotes pela imposição das mãos e pela oração de ordenação do Arcebispo de Turim, Monsenhor Cesare Noliglia. Na celebração estavam presentes também o Arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, e uma delegação paulista composta por amigos e voluntários do Arsenal da Esperança (a casa do SERMIG - Fraternidade da Esperança em São Paulo, no Brasil) e por membros da Fraternidade do SERMIG em São Paulo. No Arsenal da Esperança, aqueles que não puderam estar fisicamente presentes na ordenação montaram um telão para assistir a transmissão da celebração via streaming e se uniram à emoção e à oração dos que estavam na Itália.

Ler mais: 3 de outubro de 2015: três sacerdotes...

“Festa do sim”: uma festa para agradecer

No dia 26 de setembro, sábado, no Arsenal da Paz de Turim, na Itália, nós do SERMIG - Fraternidade da Esperança vivemos um momento histórico: a nossa primeira “festa do sim”, representando a nossa adesão convicta ao projeto de vida expresso na Regra do SERMIG.

“Sins tão fieis, tão disponíveis, tão para sempre – disse Ernesto Olivero, fundador do SERMIG –, sins que jamais se renderam à fadiga, a nenhuma traição. Sins cheios de cansaço e de lágrimas pela dor encontrada e cuidada. Sins disponíveis noite e dia, o ano inteiro, a vida inteira. Sempre! Esses sins têm os rostos dos amigos de Deus.”

Ler mais: “Festa do sim”: uma festa para agradecer

Primeiros padres do SERMIG - Fraternidade da Esperança

Queridos amigos e amigas, depois de muitos anos de estudo e de preparação e depois de um ano de serviço e estudo na Itália, chegou a hora da nossa ordenação sacerdotal. No próximo dia 3 de outubro, nós, Lorenzo, Simone e Andrea, receberemos na catedral de Turim, pelas mãos do arcebispo Cesare Nosiglia, a ordem sacerdotal, e nos tornaremos os primeiros padres do SERMIG - Fraternidade da Esperança. Antes disso, no dia 26 de setembro, até mesmo para mostrar que cada vocação tem valor, todos os amigos da comunidade do SERMIG renovarão o próprio “sim” a Deus nessa Fraternidade. Vocês podem imaginar a nossa alegria e a necessidade de gritá-la forte a todos. Gostaríamos que todos os amigos pudessem verdadeiramente participar conosco dessa festa.

clique para ampliarHá um oceano que nos divide fisicamente, mas a oração e o pensamento não têm barreiras nem limites que possam diminuir a amizade e o respeito que que existe entre nós. Pedimos para vocês oração e disponibilidade em “defender” e ajudar os nossos sins, todos os sins dos amigos da Fraternidade, todos os nossos sins cotidianos. Assim, poderemos mudar juntos um pedaço deste mundo e transformar as dores que encontrarmos em oportunidades para construir um mundo melhor. Quem quiser poderá acompanhar esses eventos pela internet no site do SERMIG.

O Lorenzo e o Simone celebrarão a primeira missa no Brasil no dia 15 de novembro, às 17 horas, no Arsenal da Esperança. Nesse dia, vamos fazer uma grande festa que nos projetará para o ano em que celebraremos os 20 anos do Arsenal da Esperança. Gostaríamos de não receber presentes, mas uma ajuda concreta a favor dos acolhidos do Arsenal.

clique para ampliar

Mês da Bíblia 2015: a Palavra pede acolhida...

clique para ampliarNo dia 12 de setembro, sábado, no Arsenal da Esperança, começou a 5º Vigília de Leitura da Palavra de Deus, que neste ano, além de ser "contínua", se tornou também itinerante, quase metáfora de um caminho para "se colocar no lugar de Deus": um Deus que "vem de fora", que permanece sempre um pouco estrangeiro, diferente, pobre, constrangido a pedir acolhida... mas que está vivo e, portanto, se movimenta.

Até o dia 19, sábado, encerramento da iniciativa, toda a semana será marcada por esse estilo errante: chegando como "acolhidos", um grupinho de amigos do Arsenal bate à porta de dezenas de paróquias, comunidades, escolas, casas de acolhida e lugares de trabalho espalhados pela cidade, para parar por algumas horas junto a quem acolhe, escutando a Palavra de Deus.

Ler mais: Mês da Bíblia 2015: a Palavra pede acolhida...

VOCÊ RENASCERÁ

Uma vida é plena quando é vivida por grandes ideais, sem medo de dizer os sins os nãos que são importantes. Em cada idade, condição, história. Essa é a mensagem de esperança de “Rinascerai” (“Você renascerá”), o novo single do Laboratorio del Suono Ensemble, em Turim, na Itália. A canção, escrita por Mauro Tabasso com texto de Ernesto Olivero, foi executada pela primeira vez no Encontro Mundial dos Jovens da Paz, na Praça do Plebiscito, em Nápoles, na Itália, em 4 de outubro de 2014, por ocasião do lançamento da Carta à Consciência. Agora, ela está em todas as lojas virtuais e também no Youtube, com um clipe realizado pela Disarmovie e gravado no Parque Nacional do Grande Paraíso. A voz de Marco Maccarelli é o fio condutor da história, do caminho de personagens de todas as idades empenhados em redescobrir a voz da consciência que fala no coração de todos.

Ler mais: VOCÊ RENASCERÁ